listas

listando por categoria

 

7 motivos para assistir Big Little Lies

02-big-little-lies-homes-set[1]

Big little lies, baseada no livro homônimo de Liane Moriarty, estreou na HBO em fevereiro. Mas eu não assisti na estreia. Vi trechos de alguns episódios quando reprisaram há cerca de um mês e me interessei. Achei a série no NOW e comecei a assistir numa noite de insônia, há alguns dias.

 
Então vamos aos 7 motivos para assisti-la e recomendá-la:

 

Leia mais »

5 motivos para ver, rever e indicar “How to get away with murder”

Sim, eu já assisti às duas primeiras temporadas. Aliás, a segunda temporada foi uma das poucas séries, além de Game of thrones, que eu assisti a cada episódio no dia em que saiu, ansiosa pelo “próximo capítulo”. E enquanto a setembro não chega – dá pra hibernar até lá? – a vontade é assistir a tudo de novo.

Mas por que a série é tão boa? E por que todo mundo que assiste não cansa de comentar e indicar aos amigos? Segue abaixo uma lista com cinco motivos. Há mais, certamente. Qualquer fã conseguirá enumerar vários outros. Mas esses são os meus top 5.

Leia mais »

5 motivos para assistir a Sense8

sense8

Sense8 (2015)
Netflix

Com 12 episódios, a série foi disponibilizada no dia 05 de junho no Netflix. Criada pelos irmãos Wachowski, consegue fazer o espectador esquecer as decepções com Cloud Atlas e Jupiter Ascending e ser o primeiro bom roteiro escrito pela dupla desde V for Vendetta. Além de matar a curiosidade gerada pelo burburinho ao redor da produção, veja abaixo cinco motivos para adicionar (mais) esta série à sua lista:

Leia mais »

Não vi, mas preciso…

Apocalypse-Now

Inspirada pelo episódio 303 do Rapaduracast, NUNCA vi, mas TENHO que ver, em que Jurandir Filho (@jurandirfilho), Thiago Siqueira (@thiagosiqueiraf), Fábio Barreto (@soshollywood) e Raphael Draccon (@raphaeldraccon) assumem publicamente alguns dos filmes que todo mundo viu (ou quase todo mundo) mas eles ainda não, segue a minha lista de “débitos” cinematográficos.

Leia mais »

Natal no cinema

Natal é aquele dia em que, se por acaso estivermos em casa, zapeando entre os canais, não há como escapar de Esqueceram de mim (1, 2, etc..), O milagre da rua 34, Natal branco e Rudolph, a rena do nariz vermelho. A lista abaixo é pra quem estiver a fim de assistir algum filme que faça referência ao Natal, mas que, mesmo assim, não seja tão habitual na grade de programação das emissoras nesta época.

Leia mais »

Se o mundo fosse acabar…

A humanidade é sempre tão egocêntrica que os filmes que versam sobre o fim do mundo, na sua grande maioria, na verdade versam sobre o fim da humanidade e não do mundo todo. E, quando abordam o fim do mundo, ou melhor, a ameaça de que isso ocorra, a humanidade – sempre tão apta e inteligente – está sempre lá para “salvar o dia”.

Não vou discorrer sobre o assunto, já que o intuito do post é apenas listar 10 filmes sobre o assunto. Mas quem estiver a fim de ler um pouco mais sobre “fim do mundo” ou “fim da humanidade”, tem post aqui.

Leia mais »

Hitchcock

Um dos meu diretores prediletos, sem dúvida, é Alfred Hitchcock. E, possivelmente, é o diretor cuja obra eu assisti ao maior percentual. Com exceção de seus primeiros filmes, os mudos, assisti a praticamente todos. E vamos à lista dos meus favoritos (em ordem cronológica):

Leia mais »

Cinema na ilha

Mais um post da série “da ilha”.
Desta vez, com filmes. Se você tivesse de passar o resto da vida isolado numa ilha e pudesse levar na bagagem apenas 10 filmes (valendo trilogias), quais seriam?

Leia mais »

Vamos cozinhar?

Estava finalizando um post sobre um filme que gosto muito, A festa de Babette e, enquanto escrevia, comecei a lembrar de outros filmes em que a culinária é parte importante, ou essencial, da estória. Em alguns, é o pano de fundo perfeito para o enredo; em outros, é encarada como algo mágico, transformador. Mas em todos, o prazer, tanto de fazer quanto de degustar, é o que atrai e seduz.

Leia mais »

Shuffle up and deal!

A lista de hoje é sobre pôquer. Cinco bons filmes que tem o pôquer como pano de fundo ou assunto principal. E cinco bons livros sobre pôquer (não necessariamente sobre estratégia ou técnica de jogo).

Leia mais »