Justice League

justiceleague-trailerbreakdown-wonderwoman-pullingback[1]

Justice League (2017) – Liga da Justiça
roteiro: Chris Terrio, Joss Whedon
direção: Zack Snyder

Há muito tempo um filme do mais famoso grupo de super-heróis da DC comics é esperado. Com muitas animações, um filme cancelado e um universo com recepção instável de crítica e público, finalmente a adaptação da equipe saiu, e ele se sai bem.

Leia mais »

Thor: Ragnarok

loki

Thor: Ragnarok (2017)
roteiro: Eric Pearson, Craig Kyle
direção: Taika Waititi

 
 
 
 
Desde o primeiro Homem de Ferro, a Marvel tem sido incrivelmente bem sucedida com seus filmes (mesmo alguns sendo ruins). Mas chega uma hora em que é necessário mudar, incrementar, experimentar coisas novas. E aqui está provavelmente a junção dessas três coisas, aqui está um dos melhores filmes da Marvel Studios e o melhor filme do Deus do Trovão.

Leia mais »

You’ll float too.

it_xlg

It (2017) – It: A coisa
roteiro: Chase Palmer, Cary Fukunaga
direção: Andy Muschietti

(resenha publicada originalmente no Vórtex Cultural, em 06/09/2017)

 

Pennywise (Bill Skarsgård), o palhaço mais assustador da cultura pop, está de volta em mais uma adaptação da obra de Stephen King. >>> Com roteiro de Chase Palmer, Cary Fukunaga e direção de Andy Muschietti < << O filme conta a história do autodenominado "Losers Club" (clube dos perdedores), um grupo de amigos, pré-adolescentes, que moram na pequena cidade de Derry, no estado de Maine, que começa a investigar o desaparecimento de várias crianças e adolescentes. Enquanto tentam descobrir o que aconteceu aos desaparecidos, se deparam com Pennywise, o palhaço - uma encarnação do mal que tem espalhado mortes e violência na cidadezinha há séculos, desde sua fundação.

Leia mais »

Blade Runner 2049

blade2049

Blade Runner 2049 (2017)
roteiro: Hampton Fancher, Michael Green
direção: Denis Villeneuve

Estamos vivendo na era dos remakes, reboots e sequências. Jurassic World, Star Wars, Indiana Jones e agora chegou talvez a mais arriscada sequência dos clássicos dos anos 70/80, Blade Runner 2049. Uma continuação para a ficção mais intelectual e filosófica feita na época foi entregue nas mãos de um dos melhores diretores atualmente. Mas a pergunta que não quer calar é: Deckard é um replicante?

Leia mais »

#280 – Gerald’s Game

geralds-game

Gerald’s Game (2017) – Jogo perigoso
roteiro: Jeff Howard, Mike Flanagan
direção: Mike Flanagan

http://screenshots365.tumblr.com/post/166190951145/280-geralds-game-2017-roteiro-jeff

Kingsman: The Golden Circle

kingsman-the-golden-circle-copertina

Kingsman: The Golden Circle (2017) – Kingsman: o círculo dourado
roteiro: Jane Goldman, Matthew Vaughn
direção: Matthew Vaughn

Tiros, barulho, paleta de cores diversas, lutas bem coreografadas, piadas provocativas e sexuais, muitos efeitos especiais e apetrechos de espiões. Kingsman: O Círculo Dourado repete elementos do seu predecessor utilizando tudo em dobro, mas se esquece do principal, um bom roteiro.

Leia mais »

#259 – The founder

THEFOUNDER_OfficialPoster.jpg

The founder (2016) – Fome de poder
roteiro: Robert D. Siegel
direção: John Lee Hancock
[2.5]

http://screenshots365.tumblr.com/post/165456161125/259-the-founder-2016-roteiro-robert-d

#252 – Baywatch

BAYWATCHPOSTER1

Baywatch (2017)
roteiro: Michael Berk
direção: Seth Gordon

http://screenshots365.tumblr.com/post/165163658835/252-baywatch-2017-roteiro-michael-berk

It: A Coisa

it-still

It (2017) – It: A coisa
roteiro: Chase Palmer, Cary Fukunaga
direção: Andy Muschietti

 

 

Já faz algum tempo que os filmes de terror são produzidos com o objetivo claro de fazer dinheiro fácil sem ter muito trabalho ou se arriscar. A maioria desses filmes lançados são massacrados pela crítica, raros são os que entendem o gênero de terror e conseguem ter um bom resultado. It: A Coisa, é, com certeza, uma exceção.

A história se passa no ano de 1984, na pacata cidade de Derry, onde crianças começam a desaparecer misteriosamente. Bill (Jaeden Lieberher), cujo irmão também desapareceu, junta seu grupo de amigos intitiluado de Clube dos Perdedores, iniciando uma investigação que levará a uma assustadora aventura, trazendo à tona seus piores medos e, consequentemente, Pennywise, O Palhaço Dançarino (Bill Skarsgård). Andy Muschietti dirige este que é seu segundo longa. Ele mistura elementos de aventura, comédia e terror de um modo que o espectador não fique cansado ou entediado por alguns acontecimentos.

Leia mais »

Doidas e santas

doidas-santas-still

Doidas e santas (2016)
roteiro e direção: Paulo Thiago

(resenha publicada originalmente no Vórtex Cultural, em 27/08/2017)

 

O filme conta a história de Beatriz Lira, uma psicanalista de sucesso, terapeuta de casais, com vários livros publicados sobre o assunto, que se vê às voltas com uma crise no relacionamento com seu marido, Orlando (Marcelo Faria). Exemplo típico de “casa de ferreiro, espeto de pau”. Ela, que passa os dias no consultório, atendendo e ajudando casais, enfrenta essa crise conjugal que a faz repensar os rumos de sua vida. Além da crise conjugal, tem de lidar com a filha adolescente, Marina (Luana Maia), a mãe que passa a morar com ela, Elda (Nicette Bruno), a irmã ausente, Berenice (Georgiana Góes).

Leia mais »